O Rum é um espirituoso versátil e com um leque de opções tão vasto que permite aos Bartenders criar e reinventar cocktails, sendo uma presença assídua nos menus um pouco por todo o mundo.

Nesta edição apresentamos 5 cocktails de autor de Bartenders portugueses que tentaram recriar clássicos para competições, ou simplesmente homenagear a história ancestral do Rum e da maior das viagens já feitas, as Descobertas Portuguesas.

Wilson Pires, António Lopes, Bruno Veiga, Flávio Próspero e Nélson Bernardes assinam as criações e dão-lhe a receita.

 

Paradise Daiquiri || António Oliveira

40ml Bacardi Carta Blanca

20ml Sumo de lima

10ml St. Germain

1 Colher de bar de açúcar em pó

1 Colher de bar de Fernet Branca

 

António Oliveira criou o Paradise Daiquiri para competir na Bacardi Legacy Global Cocktail Competition 2016, com ele ficou no grupo dos três mais promissores em França e esteve presente na final do Sul da Europa que aconteceu em Portugal. A inspiração veio do cocktail Perfect Daiquiri que António Oliveira encontrou no livro escrito por Scott Fitzgerald “This Side Of Paradise”.

 

 

Kontikituga || Flávio Próspero

40ml Plantation 3 Stars

20ml Plantation Jamaica

25ml Sumo de lima

50ml Sumo de ananás da Madeira

30ml Falernum Bitter Truth

25ml Pimento Dram Bitter Truth

2 Dash Bitter Truth Amber Leaf

 

Kontikituga foi o nome que Flávio Próspero deu ao cocktail com que venceu o primeiro Plantation Contest em Portugal que aconteceu em 2015. Esta criação foi inspirada na viagem feita entre a América do Sul e a  Polinésia no final dos  anos 30 do século passado. Kon-tiki era o nome do barco onde viajavam os exploradores e que Flávio associou aos barcos moliceiros dos canais de Aveiro, criou por isso um cocktail que lembra a rota das especiarias e a sua terra.

 

Perfect Host || Nelson Bernardes

 

50ml Bacardi Carta Blanca

25ml Sumo de lima

20ml Sumo de maçã

18ml Xarope de açúcar

15ml Clara de ovo

4 Folhas de manjericão

1cm Aipo

 

Foi com este cocktail que Nélson Bernardes ficou no grupo dos três mais promissores do Reino Unido  da Bacardi Legacy Global Cocktail Competition 2014. Esta receita foi inspirada na personagem de Raffael “Pappy” Valiente, apontado como Sales Manager da Bacardi por uns, Bartender por outros ou simplesmente como o “Host” por altura da Prohibition em que Cuba se transformou numa espécie de “American Bar”. Pappy” recebia os Americanos no Aeroporto e certificava-se que todos tinham uma excelente estadia em Havana, era o Perfect Host.

 

 

El Caballero || Wilson Pires

40ml Diplomático Reserva

20ml Diplomático Reserva Exclusiva

20ml Xarope “El Caballero” (beterraba, tabaco e toffee)

3 Dash bitter de chocolate

3 Dash bitter de baunilha

 

Foi com este cocktail que Wilson Pires venceu o Diplomático World Tournment em 2015 o que lhe garantiu um lugar na final mundial que aconteceu na Venezuela. Nesta receita Wilson pretendeu juntar duas grandes paixões do Homem, o Rum e o Charuto. O cocktail pretende reproduzir os sabores do Charuto em estado líquido.

 

 

 

Still Stand || Bruno Veiga

 

50ml Havana Club 3yrs

25ml Sumo de lima

15ml Xarope de baunilha caseiro

15ml Clara de ovo

2 Dash Island fruit Havana Club bitter

6 Colher de bar de romã

 

Still Stand é o cocktail de autor com que Bruno Veiga venceu a etapa nacional do 11ª edição do Havana Club Grand Prix que aconteceu em março de 2016. Ao vencer a etapa nacional teve a oportunidade de representar Portugal na grande final em Havana. Este cocktail inspira-se da personagem a La Giraldilla, a mulher que olha o mar e espera eternamente para que o seu homem volte e que foi imortalizada numa estátua que é um verdadeiro simbola da cidade de Havana.

 

 

 

 

 

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter