Quando pensamos em cocktails com Rum na nossa mente surgem imediatamente copos coloridos, sombrinhas e fruta, colares havaianos e canecas com grandes caretas.

É a cultura Tiki, os Mojitos e as Pinacoladas a lembrar o verão e destinos paradisíacos com os quais sonhamos acordados. Nesta pequena seleção constam os mais icónicos cocktails de Rum, do Mojito ao Zombie numa seleção que vai da Tiki Mug à taça de martini, porque o Rum é assim, há um para todos os gostos!

 

Daiquiri

50ml Plantation 3 Stars

25ml Sumo de lima

20ml Xarope de açúcar

 

Há várias versões da história que conta as origens da receita do Daiquiri, apesar disso, todas elas passam pela personagem de Jennings Stockton Cox, Engenheiro norte americano que fez parte das primeiras expedições que procuravam explorar as minas de ferro em Cuba após a vitória dos E.U.A. na batalha de San Juan Hill em 1898, e pela pequena vila de Daiquirí no sudeste da ilha de Cuba. A receita original encontra-se escrita a punho no seu diário pessoal, com medidas para fazer seis doses individuais da bebida.

 

Mojito

50ml Havana Club 3 Anos

25ml Sumo de lima

20ml Xarope de açúcar

8 a 10 Folhas de hortelã

Top de Água Castelo

 

A história do Mojito perde-se nos séculos. Há quem recue até 1586 para falar de Francis Drake, um pirata ao serviço de Inglaterra e da bebida de aguardente de cana batizatizada com seu nome e que terá precedido ao Mojito. Outros viajam até à Prohibition e às visitas constantes de norte-americanos a Cuba para beber álcool, terão sido eles a introduzir a hortelã na ilha. La Bodeguita del Medio bar em Havana afirma ter feito o primeiro Mojito e conta que era aqui que Ernest Hemingway os bebia. Apesar desta história ser um mito urbano, La Bodeguita del Mar ostenta um quadro assinado pelo escritor que afirma “My Mojito in La Bodeguita, My Daquiri in El Floridita.

 

Pina Colada

50ml El Dorado 3 Anos

25ml Creme de coco

05ml Sumo de lima

80ml Sumo de ananás

20ml Natas

 

Três Bartenders de Porto Rico reclamam para si a autoria da Piña Colada. Ramon Monchito Marrero Pérez que trabalhava no Caribe Hilton Hotel´s Beachcomber Bar em San Juan, apontou o dia 15 de agosto de 1952 como dia dos nascimento deste cocktail que junta o rum ao ananás e ao coco. O Coco Lopez Cream of Coconut era um produto acabado de chegar ao mercado e foi com ele que criou o cocktail. Ricardo Garcia, Bartender a trabalhar no mesmo local reclama para si a paternidade do cocktail e Ramon Portas Mingot diz que criou a Piña Colada anos mais tarde, em 1963 no restaurante Barrachina, no Old San Juan. Restaurante que ainda hoje ostenta a placa a marcar a origem do cocktail. Pode ser que todos eles tenham uma cota parte da invenção que o que fez foi juntar ingredientes que já se conheciam desde o advento do Rum.

 

Mai Tai

50ml Appleton VX Rum da Jamaica

20ml Pierre Ferrand Dry Curacao

25ml Sumo de lima

10ml Xarope de orgeat

05ml Xarope de açúcar

 

Victor Jules Bergeron, mais conhecido por Trader Vic abriu o seu primeiro restaurante em Oakland em São Francisco no ano de 1934 onde servia comida exótica e cocktails com Rum. Corria o ano de 1944 quando ele serviu uma nova bebida a dois amigos que ao provar exclamaram “mai tai-roa aé”, a expressão do Taiti que significa “que está fantástico, é o melhor”. Trader Vic decidiu dar o nome de Mai Tai ao cocktail que tinha criado.

 

Zombie

22.5ml El Dorado 3 anos

22.5ml Plantation Dark

22.5ml Barcelo Anejo

15ml Apricot Brandy

60ml Sumo de ananás

60ml Sumo de laranja

30ml Sumo de lima

15ml Grenadine

2Dash Angostura bitters

15ml Float Plantation Overproof

 

O Zombie é um cocktail criado no final dos anos 30 num restaurante em Hollywood, o Donn the Beachcomber. Este é um dos cocktails mais conhecido da cultura Tiki e a sua mistura de Rum pode ser explosiva. Donn Beach criou a receita para um amigo que passou pelo restaurante antes de apanhar um voo para São Francisco. Bebeu três antes de abandonar o restaurante e voltou alguns dias depois para dizer a Donn que se tinha comportado como um zombie a viagem inteira. O cocktail tem um sabor suave e frutado que disfarça o elevado teor alcoólico, por isso o restaurante durante muitos anos só permitia aos clientes que bebessem dois de cada vez.

 

 

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter