Café Arcada, Évora. Fundado em 1942

Quando abriu a 14 de fevereiro de 1942, o Café Arcada foi considerado uma inovação “com mais de 100 mesas, possuindo frigorífico e outras inovações modernas”, um dos melhores do país na época. Foi a iniciativa de quatro comerciantes locais e desde logo assumiu-se como centro nevrálgico da sociedade eborense. O espaço é amplo  e situa-se numa das praças centrais da cidade de Évora, a entrada principal faz-se nas arcadas que ladeiam a praça do Giraldo. Em 2001 a Cervejaria Lusitana assumiu a exploração do espaço, mas manteve a sua traça original, a porta giratória da entrada e a decoração. Recuperou a arte pasteleira da casa e fez da Queijada de Évora um doce obrigatório para quem visita o espaço.

Vergílio Ferreira inclui o Café Arcada no seu romance “Aparição” onde entrou pela primeira vez em 1946. Numa das paredes está a reprodução de uma antiga fotografia da orquestra que relembra os tempos em que para se ir ao Arcada “jantar à americana” era necessário levar “trajo de passeio”

Uma casa que sobreviveu às décadas e que é um monumento desta cidade alentejana.

Morada: Praça do Giraldo, nº7 7000-508 Évora

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter