Num país com a tradição vínica como aquela que tem Portugal era já de estranhar que não existisse produção de Vermute, foi nisto que a equipa que apresentou o vermute 7 Mares pensou e por isso avançou para a produção deste Vermute feito em Portugal, com vinhos selecionados e produtos naturais, recorrendo a técnicas artesanais para nos propor uma viagem à portugalidade através dos sentidos. Mar, sol, serra, viagens e descobertas fazem parte da receita deste Vermute, elementos que se traduzem na escolha dos seus 32 botânicos, especiarias, ervas aromáticas, flores secas, extratos naturais de frutos e óleos essenciais de frutos que conjugados com os melhores vinhos brancos e licorosos resultam neste Vermute perfeito para beber a solo, fresco ou com gelo, ou ainda como parte de cocktails.

Chama-se 7 Mares porque se inspira nas viagens que os portugueses fizeram pelo mundo em busca de especiarias e outras riquezas, viagens essas que nos ajudaram a definir o mapa do mundo e a fazer parte da história.

Por detrás da criação o 7 Mares está a enóloga Rita Marques e o ex-crítico de vinhos e gastronomia Luís Antunes que tomaram as rédeas da produção e a imagem da marca foi criada por António Quinas.

A garrafa conta também com uma inovadora solução de fecho, a packaging Helix que alia uma garrafa de vidro a uma rolha de cortiça com um desenho ergonómico, que permite a abertura sem saca-rolhas, resultado de um projecto de I&D entre a portuguesa Corticeira Amorim e a vidreira norte-americana O-I.

A distribuição nacional será da responsabilidade da Viriathus Drinks, que já começou a disponibilizar o vermute 7 MARES em locais privilegiados. O preço recomendado de venda ao público é 13.99€.

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter