Se é verdade que um bom cocktail sabe bem em qualquer altura do ano, não podemos deixar de reparar que há uns quantos que nos sabem melhor quando está frio e chove lá fora. Porque usam como base um espirituoso mais “quente” e forte, apostam em sabores mais aconchegantes como o café ou o chocolate,  porque se perdem pelas especiarias para nos aquecer o palato, e até mesmo porque nos são servidos quentes.

Nesta edição deixamos-lhe receitas de cocktails para apreciar no conforto do lar enquanto o inverno acontece lá fora.

 


Rusty Apple Toddy


35ml Drambuie

25ml Balvenie Whisky

90ml Néctar maçã das Beiras

20ml Sumo de limão

05ml Xarope baunilha

05ml Xarope canela

 

 

Nota: É um cocktail que deve ser servido quente. Esta era uma receita que servia no Inverno rigoroso de Londres aos meus clientes. A mistura pode estar preparada numa panela em lume muito brando para evitar a evaporação e concentração de álcool e açúcar e ser retirada diretamente para o copo com uma colher.. Desta maneira fica um aroma no ambiente que se torna muito convidativo.

 

Ristretto de Jalisco

25ml Nespresso Ristretto

10ml El Dorado 12 anos Rum

20ml Mozart Dark Chocolate

10ml Patron XO Cafe

20ml Água a ferver

Espuma de leite de amêndoa, adoçada com néctar de agave

Amêndoa torrada e sal

 

Nota: Este cocktail é da autoria de Bruno Veiga, Bartender no El Clandestino em Lisboa. Bruno classificou-se recentemente em 3º lugar na competição Barman do Ano e este foi o cocktail que ganhou o prémio de “Melhor Cocktail” da competição.

Na execução deste cocktail é essencial esquentar o copo primeiro, isso irá permitir manter a bebida quente por mais tempo, sendo que a espuma de leite é servida fria.

 

Pop Karma

60ml Bourbon Whiskey

15ml Dom Cristina licor de mel

60ml Leite de amêndoa

20ml Sumo de limão fresco

15ml Xarope de baunilha

Pipocas o quanto baste

 

 

Nota: Este é um cocktail longo e redondo. Bastante fácil de beber, anda à volta de sabores bem conhecidos e que interagem muito bem entre eles. Sendo o Bourbon um Whiskey “mais fácil” quando comparado com o Scotch, por ser mais redondo, mais doce e mais abaunilhado, funciona muito bem com o mel, a amêndoa e a baunilha.

 

Figuel Castro

 

50ml Havana Club 3yrs

30ml Sumo de ameixa

25ml Sumo de lima fresca

15ml Xarope caseiro de chá fumado (Lapsong Suchong)

2Bsp Doce de figo

 

Nota: Este cocktail foi inspirado por Cuba, o nome é um twist no nome do recém falecido Fidel Castro. Usámos um Rum cubano de 3 anos e um xarope caseiro de chá fumado que nos transporta para o ato de fumar um charuto. A adição do doce de figo traz alguma textura e complexidade de sabores que acaba por conjugar muito bem com o sumo de ameixa.

 

PearParazzi

60ml Stolichnaya Vodka

50ml Sumo de maçã das Beiras

20ml Puré de pera grelhada

20ml Sumo de limão fresco

10ml Xarope caseiro de camomila

05ml Xarope de caramelo

 

Nota: O PearParazzi é um cocktail longo e com um sabor intrigante. O sumo de maçã serve para alongar e fazer deste um “Long Drink”. A combinação do concentrado de pera com a camomila e o caramelo é o que nos faz pensar nos sabores de inverno. A Vodka Stolichnaya marca a presença do espirituoso sem trazer mais complexidade.

After Nine

30ml Plantation Barbados

30ml Creme de Cacao branco (licor)

20ml Fernet Branca

 

Nota: Este cocktail foi inspirado pelo chocolate after eight ao mesmo tempo que utiliza o DNA de um Negroni. (Espirituoso, doce e amargo). Os cremes são licores com uma maior quantidade de açúcar, no mínimo 250g por litro, o que acaba por equilibrar o amargor da Fernet Branca. O Rum Plantation serve de base e vem dar o “kick” de álcool ao mesmo tempo que é uma excelente combinação com o chocolate. As notas de hortelã presentes na Fernet branca combinadas com o chocolate transportam-nos para o sabor inconfundível de um after eight.

 

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter