Corria o ano de 2006 e a Mojito Bar Catering tinha surgido no mês anterior, quando pensei: “Vamos lá fazer um investimento na carreira, arrancar para Londres e ir ver uma feira de bebidas.”

“O quê?” Diziam os meus colegas “Vais a Londres de propósito para ver uma feira? Mas o que se passa lá? Nahhh, deves de lá ir tratar de algum negócio!”

Foi assim que arranquei, sozinho para assistir ao London Barshow 2006. Uma viagem de avião, outra de metro e com o bilhete impresso no bolso, que em 2006 os smartphones eram coisa do futuro, encontrei o meu amigo Rui Príncipe na estação de Earls Court e seguimos.

Lembro-me de ter entrado na feira e pensado “UAU!!”. Tanta era a diversidade de bebidas e produtos, tanta era a gente que passeava nos corredores a provar. Se eu conhecia de nome uma dúzia de Bartenders internacionais, era muito e claro, eles não me conheciam a mim.

Esta primeira experiência foi reveladora e apanhei-lhe o gosto, no ano seguinte lá fui eu, novamente sozinho e desta vez tive como companhia o Paulo Figueiredo. Há 10 anos quem andasse com o Paulo pela feira arriscava-se a conhecer toda a gente!

Em 2008 segui acompanhado pelo Luis Castilho e pelo Valter Dias e descobri um português na equipa do Dry Martini, o grande João Eusébio e depois encontramos o Paulo Ramos e o Kiko, o Dave. Já se conhecia uma série de pessoas, o Tom Dyer chamou-me para me mostrar, eufórico, o seu novo vídeo a ensinar flair, depois seguimos para a destilaria da Beefeater para assistir a uma apresentação de uma chuva de estrelas, de onde destaca o grande Sasha Petraske, entre outros e acabamos a conhecer mais portugueses numa Beefeater Beach party com um grande churrasco de pé na areia num bar do centro de Londres.

E alguém nos entrega na festa um folheto de uma feira em Berlim. Pensei: “isto na Alemanha será alguma coisa de jeito?” Perguntei ao Philip Duff se era uma feira boa, ao que ele respondeu que era, que Berlim era a capital dos cocktails clássicos e por isso lá segui eu de novo sozinho para Berlim. Lembro-me de ter ficado algo desapontado. Era a segunda edição do Bar Convent Berlim e o tamanho da feira não seria maior do que foi o nosso segundo Lisbon Bar Show, não conhecia quase ninguém e não encontrei portugueses no primeiro dia. Marco Canova foi a minha companhia nesta feira. No segundo dia de feira encontro Paulo Figueiredo e descubro dois portugueses de referência no panorama do bar na cidade Alexandre Monteiro e Cristina Neves.

Com mais ou menos proveito cada feira foi sendo uma aventura e em 2009 decidi levar a equipa da Mojito, com 11 elementos, ao London Bar Show. Quando damos conta estava o Henrique e o Décio a competir no Flair contra os tubarões todos! Não fomos a final, mas ficamos lá perto!

E a partir daqui o meu companheiro de viagens Emanuel Minêz quase que não falhou uma ao meu lado.

Londres, Berlim, a que não falhei nenhuma, Atenas, Paris, Barcelona, New Orleans, Milão, Madrid e Valladolid, sendo que estas últimas foram uma maratona, ir e vir de carro no mesmo dia!

Eis que chega outubro de 2013 e pela mão de César Coutinho e organização da Essência do Vinho me vejo a trabalhar para uma marca de Gin no primeiro evento de Gin em Portugal.

Fiquei impressionado a sério com aquilo, um evento em Leiria uma pequena cidade no centro de Portugal que juntou uma série de marcas de Gin e águas tónicas, quase não se via cocktails e os Bartenders eram quase todos caras conhecidas da cena lisboeta. O evento era completamente dedicado ao cliente final, bem organizado, com uma componente de formação e outra de diversão com música alta e DJ. Era assumidamente para cliente final, mas também lá estavam os profissionais, porque não havia outro evento para eles!

Talvez não tenha dormido nessa noite a juntar ideias que fervilhavam por aqui já há algum tempo.

E se …

 

Lisbon Barshow

16 e 17 de Maio das 13 às 21 horas

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter