O El Clandestino apresentou-nos o seu novo menu de cocktails, chama-se Santa Muerte e é inspirado nas Santas que invocam os ritos mexicanos e nos olham do alto das prateleiras do bar onde Bruno Veiga faz magia.

Este é o segundo menu da casa, quando abriu o El Clandestino apostou num menu com cocktails mais conhecidos e fáceis porque havia a necessidade de perceber como o cliente se iria adaptar aos cocktails e à comida, e principalmente aos dois juntos. A resposta por parte do público foi boa e Bruno Veiga, Head Bartender da casa, decidiu avançar para um menu mais pessoal, onde a maioria dos cocktails são de assinatura.

“Ainda não é um menu com food paring, mas esse será o próximo passo”, confidenciou-nos. No entanto, ao provarmos a seleção de cocktails que Bruno nos fez percebemos que existe uma simbiose entre aquilo que se passa na cozinha e aquilo que se faz atrás do bar, e apesar de no menu ainda não haver uma sugestão de food paring visível, os cocktails no El Clandestino são frescos e equilibrados e pedem comida.

A casa tem um gosto vincado pela Tequila, o Pisco e o Mezcal e são estas as bebidas espirituosas que estão na base da coleção de cocktails do novo menu. São 20 novas entradas das quais 16 são cocktails de autor assinados por Bruno Veiga.

A ideia não foi criar cocktails de mixologia avançada, pois não há espaço para tal num local com a rotação que tem o El Clandestino, mas Bruno quis provar que é possível colocar o bar de restaurante ao nível dos melhores bares de cocktail que já existem na cidade de Lisboa.

Da Santa Muerte não podemos deixar de mencionar o Chill Waves, uma mistura simples de sabores entre a manga e o Mezcal que podemos afirmar, vai fazer até os mais sépticos apreciar o fumado marcante desta bebida espirituosa. Mas o Mezcal volta a brilhar no Cueva del Niño, misturado com St. Germain e sumo de toranja, redondo e fresco num long drink que lhe vai parecer demasiado pequeno!

A Piscolada, que é um twist numa Pina Colada com Pisco é um long drink fresco e equilibrado para aqueles que não querem sair da zona de conforto e ainda assim provar um cocktail com Pisco.

Mas se for um aventureiro dos sabores tem de provar o Smoky Oaxaca, que junta Tequila com Mezcal, sumo de romã e néctar de agave. Uma bebida rosada, com um toque fumado e um pouco mais doce que as anteriores.

O DNA deste menu é simples, fácil de beber e com propostas que tanto podem fazer brilhar um prato de ceviche, como um de tacos. Mas nem precisam de acompanhamento, podemos sentar-nos simplesmente ao balcão e degustar qualquer uma das propostas da Santa Muerte, garantimos que é remédio santo!

                                                          

 

Chill Waves

 

Mezcal

Manga

 

 

 

 

 

 

Ciudad de Juarez

 

Olmeca Altos Blanco

Sumo de Maça Verde

Hortelã Pimenta

Bitter

 

 

 

 

Cueva del Niño

 

Mezcal

St. Germain

Toranja

 

 

 

 

 

 

 

Piscolada

 

Pisco

Ananás

Creme de Coco

 

 

 

 

 

 

Smoky Oaxaca

 

Olmeca Altos Blanco

Mezcal

Sumo de Romã

Néctar de Agave

 

 

 

O El Clandestino abriu portas em novembro de 2015, situa-se na Rua da Rosa na zona do Príncipe Real e assume-se como um restaurante de comida mexicana e peruana, com um ambiente informal e uma decoração colorida que nos transporta para a América do Sul. A Tequila, o Pisco e o Mezcal são as estrelas do menu do bar que conta com cocktails, uma diversidade de bebidas espirituosas e vinho.

Morada: Rua da Rosa, 321 Lisboa

Telefone:915 035 553
Horário: Das 18h30 às 02h
PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter