Acabam de chegar ao mercado as colheitas 2016 dos vinhos brancos  do Esporão, Verdelho e Duas Castas.

São dois vinhos criados a partir de castas muito particulares e que encontram aqui condições para se expressarem. Para além das castas, estes dois vinho são também soma das condições onde são produzidos, a geologia, a topologia, o clima da região e a arte dos enólogos David Baverstock e Sandra Alves.

A colheita de 2016 de Verdelho apresenta um vinho aromático, equilibrado e único, que expressa o potencial da casta enaltecido pelos solos e clima do Alentejo. Oferece um aroma intenso, com notas frutadas de maracujá, tangerina e lima. O potencial da casta Verdelho continua a evidenciar a sua consistência e qualidade, ano após ano.

O Esporão foi pioneiro na plantação da casta Verdelho em Portugal Continental e rapidamente demonstrou que esta se adapta na perfeição aos solos e às condições climatéricas do Alentejo. O investimento, há mais de vinte anos atrás, numa Adega exclusiva para os vinhos brancos conjugou a inovação com o talento enológico da equipa de enologia. A visão e natureza foram fatores determinantes para a criação do varietal Verdelho, que foi considerado o Melhor Vinho de Portugal (no Concurso de Vinhos de Portugal em 2015).

Para compor anualmente o vinho 2 Castas os enólogos são desafiados a cada vindima a encontrar o melhor lote de duas variedades brancas.  Os enólogos David Baverstock e Sandra Alves destacam, da vindima de 2016, as castas Roupeiro e Viosinho. As duas originaram o blend que se caracteriza por notas cítricas, finas e complexas com ligeiras nuances florais. Na boca o paladar é intenso, com ligeira mineralidade, realçado pelo final longo, fresco e persistente.

Esporão 2 Castas, Branco 2016 | 75 Cl – P.V.P. Recomendado com IVA €8

Esporão Verdelho, Branco 2016 | 75 Cl – P.V.P. Recomendado com IVA €10

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter