A indústria de bebidas está mais pobre desde ontem, altura em que foi anunciada a morte de Dick Bradsell, uma das personalidades mais conhecidas do mundo do bar.

Dick Bradsell foi um dos Bartenders mais conhecido da Bar scene Londrina desde o final dos anos 70, altura em que se mudou para Londres e começou a trabalhar na área.

Criador de vários cocktails conhecidos a nível mundial, como o Espresso Martini, o Bramble ou o Russian Spring Punch, é tido como uma das personalidades que mais influenciou a indústria de bar nas últimas quatro décadas.

Foi responsável pela formação de muitos Bartenders nas décadas de 80 e 90. É notória a sua criatividade e foco na qualidade do serviço que prestava, qualidades que marcaram o desenvolvimento daquela que é a bar scene britânica moderna.

Nascido na Isle of Wight, Dick Bradsell mudou-se para Londres e iniciou a carreira no final da década de 1970 como Bar Back no Zanzibar Club em Londres. Passou depois por bares conceituados como o Fred’s Club, The Colony Room, Dick’s Bar at Atlantic Bar & Grill, Detroit, The Player e o El Camion.

O Espresso Martini foi criado enquanto Dick trabalhava no Soho Brasserie e o Bramble no Fred´S Club. São cocktails modernos que se transformaram em clássicos e que estão amplamente difundidos. Tido por muitos como um visionário, Dick Bradsell deixa um legado importante para todos os Bartenders, que têm manifestado pesar pela sua morte com mensagens que chegam de todos os cantos do mundo. Nomes como Salvatore Calabrese, James Fowler, Jake Burger ou Mike Sweetman prestaram já homenagem a esta que é uma personagem incontornável da cultura moderna de cocktails.

 

 

Espresso Martini

Espresso-martiniO Espresso Martini é um cocktail com sabor de café, um dos muitos que tem o nome de Martini.

Muitas são as histórias que se contam à volta da criação do cocktail, mas a mais recorrente alega que em 1983, enquanto Dick Bradsell trabalhava na Brasserie Soho em Londres quando criou o Espresso Martini para responder ao pedido de uma cliente que abordou Dick com as seguintes indicações, “Give me something  that wake me up, and then fuck me up”.

Dick recorda que a máquina de café estava muito próxima do balcão, o que era uma grande dor de cabeça, pois havia restos de café por todo o lado e logo café era algo que tinha em mente no momento. Juntou-lhe  a vodka que era a bebida mais em voga na altura e criou este cocktail.

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter