Os agaves azuis plantados em 2008, ano em que Tomas Estes e Carlos Camarena lançaram a Tequila Ocho, só agora estão prontos para colher e se tornarem o ingrediente base da Tequila.

Estas e outras curiosidades foram ontem desmistificadas durante a masterclass dirigida por Jesse Estes, Brand Embassador da Ocho, no Restaurante O Largo.

Para além de se falar sobre a produção de Tequila e as especificidades que rodeiam a planta que lhe dá origem, Jesse Estes veio introduzir o conceito de terroir aplicado à Tequila. Para isso conduziu uma prova vertical de Tequilas Ocho. As Single Estate Tequila, são Tequilas feitas com base em agaves colhidos num único campo o que faz com que as plantas tenham características únicas que lhes são conferidas pelo terreno onde crescem e pelas condições climatéricas a que estão expostas. Cada campo produz uma Tequila única.

Nas garrafas de Tequila Ocho aparece por isso o terreno que lhe deu origem e o ano de colheita.

Tequila Ocho

A prova vertical contou com duas séries, cada uma com três referências. A Primeira série foi constituída por Tequilas Blanco: Ocho Blanco La Magueyera 2014, Ocho Blanco La Latilla 2015 e Ocho Blanco Puerta Del Aire 2016.

Na série de Tequilas com envelhecimento provou-se Ocho Resposado Los Fresnos 2013, Ocho Añejo La Magueyera 2014 e Ocho Curado.

A Ocho Curado foi apresentada como sendo uma inovação da casa, uma Tequila Blanco com cor. Esta cor não lhe foi conferida por estágio em madeira, aliás esta Tequila não tem qualquer contacto com a madeira. A cor vem da infusão do agave cozido na Tequila. O resultado é uma Tequila com maior intensidade de sabor, com cor e mais doce.

Nesta iniciativa da Icon Key ouve ainda tempo para partir o bolo com toques de agave que marcou o oitavo aniversário da Tequila Ocho.

20161024_150447

 

 

 

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter