Os consumidores vão passar a ter mais conhecimento sobre a certificação dos vinhos do Alentejo que chegam à sua mesa. A comunicação de todo o processo, de modo simples e objectivo, acaba de ser lançada pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) e destina-se a demonstrar as diversas fases da certificação, desde a aprovação da localização e solos onde a vinha é plantada, selecção das variedades de uva, até às análises de laboratório, provas sensoriais e controlo feito aos vinhos que já estão no mercado.

Este projecto inclui a participação de algumas marcas e empresas nacionais, como: Continente, ao nível da grande distribuição, Joachim Koerper, no contexto da restauração, Rita Nabeiro na voz dos produtores e Instituto da Vinha e do Vinho, do Ministério da Agricultura, como autoridade pública do sector, e vai mostrar aos consumidores a importância de um processo com o qual não estão familiarizados.

Francisco Mateus, Presidente da CVRA, adianta que esta comunicação “é dirigida aos consumidores para os ajudar a fazer escolhas mais informadas, podendo também servir de suporte aos produtores para evidenciar o rigor que está por trás dos vinhos DOC Alentejo e Regional Alentejano que vendem no mercado nacional e internacional, reforçando a notoriedade da região”.

O processo efectuado pela CVRA obedece à norma NP EN ISO/IEC 17067, cumprindo com standards internacionais de certificação.

 

 

 

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter