O verão já vai longo, mas ainda há tempo para provar muitas das novidades apresentadas pelas casas produtoras de vinho para a estação.

A Quinta do Couquinho, por exemplo, lançou no início do verão duas novas colheitas, o Couquinho Superior Branco 2015 e o Couquinho Rosé 2015, duas referências com produções abaixo das 3000 garrafas, mas que foram feitas a pensar na estação.

O Couquinho Branco Superior é um vinho que faz um bom paring com peixe, marisco, saladas e carne branca. Feito a  partir das castas rabigato e viosinho, tem um aroma floral e frutado, uma cor brilhante e cítrica e é um vinho intenso e fresco, com notas balsâmicas e tropicais. Na boca é fresco, quase tenso e mineral, mas elegante e longo. Um vinho que apesar de ser uma companhia ideal para o verão, prevê-se que terá uma vida longa na garrafa para os menos ansiosos que o conseguirem guardar.

Já o Quinta do Couquinho Rosé 2015 é um monocasta de Touriga Nacional com uma cor intensa e brilhante, que apresenta aromas suaves de framboesa e nuances de esteva e violeta. Um vinho elegante e seco para acompanhar comida asiática, salmão ou para se beber num final de tarde junto à piscina.

 

Sobre a Quinta do Couquinho

Couquinho significa “local de difícil acesso” para as gentes do Alto Douro, e locais de difícil acesso é o que não falta na paisagem pintada de socalcos onde se localiza a quinta da família Melo e Trigo, o Vale de Vilariça.

A Quinta do Couquinho está na família há mais de dois séculos, foram várias as gerações que a cuidaram e fomentaram a produção de vinho e de azeite nos cerca de 70ha que ocupa a propriedade.

Inicialmente o vinho produzido era vendido para as grandes casas de vinho do Porto, mas em 2002 a família tomou a decisão de engarrafar sob a sua própria marca.

A Quinta do Couquinho tem vindo a crescer desde aí sob a gestão de Maria Adelaide Melo e Trigo e dos seus dois irmãos e com ajuda do enólogo João Brito e Cunha.

A aposta é em castas tradicionais do douro como a Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Barroca.

A aposta é maior nos vinhos tintos, como a Quinta do Couquinho e a Encosta do Gavião com gamas que vão desde a Reserva à Grande reserva e Colheita.

No seu portfólio têm apenas um branco, o Couquinho Superior, um rosé, o Quinta do Couquinho Rosé e um vinho do Porto o Dona Maria Adelaide.

 

PARTILHARShare on FacebookTweet about this on Twitter